close
Audio e VídeoGadgetsMobileNotícias

Site Alice X oferece a experiência de ter uma “namorada virtual”

Alice X pode ser considerado o primeiro serviço que se tem notícia para quem deseja uma namorada virtual para chamar de sua. Sim, sim, shows de Cam Girls foram uma das primeiras invenções da internet, mas aqui é fundamental o uso de óculos de realidade virtual para uma experiência completa. Além disso, a tecnologia só deixa a coisa mais curiosa.

O próprio site se vende como “a experiência de uma namorada virtual” para qualquer pessoa que tenha um computador, smartphone, internet e um óculos de VR. Com esses itens em mãos, basta acessar o Alice X e escolher uma das garotas para interagir.

Com base no que foi divulgado até agora (e você pode conferir na galeria abaixo), dá para entender que o site é uma mistura de pornografia e sites de câmera convencionais – onde as garotas falam de suas vidas, fazem comida, até atividades sexuais propriamente ditas. Porém, instrumentos como Samsung Gear VR, HTC VIVE e Oculus Rift trazem intimidade à experiência, já que a namorada virtual não está em uma tela na sua frente, mas realmente na sua frente graças aos gadgets.

Uma coisa que me chamou atenção no material de divulgação do Alice X foram os cenários. Ao contrário da garota ficar em seu ambiente natural (sala, cozinha, cama) o usuário pode escolher onde a sua namorada virtual está. As opções vão desde uma bela mansão, uma praia e outros cenários específicos (deixo para você verificar as fotos). A mistura é interessante, mas foram utilizadas imagens 3D de baixa qualidade, deixando o visual mais tosco do que atraente – claro, existe fetiche para tudo nesse mundo.

Caso você queira conhecer uma namorada virtual, basta acessar o site através de um smartphone rodando Android 5.0 ou superior. Uma versão para iOS ainda não está disponível, sendo necessário acessá-lo via browser segundo o site.

Quem acompanha o longo caminho da realidade virtual de produto de nicho para o grande público, sabe que há o detalhe do mundo de mentira ficar tão realista que as pessoas podem passar a confundir o que é real e virtual. Esse site pode ser um bom exemplo, já que a falta de interação no dia a dia pode incentivar homens e mulheres a pagarem por atenção e encontrar nessa experiência algo suficiente para suas vidas.

Para mais informações sobre tecnologia e tudo o mais, fique ligado no Rota42 e nas nossas páginas do Facebook e Twitter.

Tags : HTC ViveOculus RiftRealidade VirtualSamsung Gear VR
Thomaz Maioline

O autor Thomaz Maioline

Leitor de ficção cinetífica, hi-tech afficionado, fã de Seinfeld. Fanático com música, livros e quadrinhos. Caçador de barganhas.