close
NotíciasPCXbox One

Astroneer – Prontos para explorar novos planetas?

Gosta da ideia de ir para o espaço e ser um astronauta? Então Astroneer foi feito pensando em pessoas como você. O game abraça o otimismo do nosso tempo com relação ao espaço, com estações espaciais, preparação de missões para Marte, sondas explorando o sistema solar e a iniciativa privada construindo foguetes maiores e cada vez mais poderosos.

Astronner é tudo isso. O game coloca o jogador na pele de um astronauta pronto para explorar mundos distantes. Assim como em No Man’s Sky, o game usa procedural generation para criar novos planetas de forma automática. Você joga como um feliz explorador espacial, alguém que se candidatou a uma das viagens oferecidas pela empresa Exo Dynamics – que é basicamente uma empresa privada de viagens espaciais. Você deixou a sua vida para trás para explorar todas as maravilhas do cosmos.

O game é construído na Unreal Engine 4 por um time chamado System Era, que consiste de profissionais oriundos de produtoras como Ubisoft, 343 Industries (Halo) e Valve.

O site oficial do jogo explica como tudo funciona:

Astroneer é jogo sobre a maravilha, a descoberta, poder, ganância, mistério e grande esforço em uma nova era de expansão à margem da humanidade.

Você vai pousar sozinho, ou com um pequeno grupo de amigos, em um planeta para chamar de seu. Adversas, mas abundantes, infinitos mundos irão convida-lo para explorar, descobrir, e, finalmente, remodelar tudo a seu desejo. Escavar e deformar a terra, descobrir recursos preciosos, improvisar equipamento para se adequar a suas necessidades, criar fábricas de extração em escala e localizar artefatos e itens raros.

Os mundos em Astroneer são diversos, desde enormes planetas esféricos com atmosferas e vastas paisagens, até asteroides estranhamente pequenos que flutuam nas argolas de gigantes gasosos. Cada mundo é gerado processualmente, único em sua experiência, e pode ser totalmente remodelado por suas ferramentas.

O que me agradou nos vídeos de Astroneer é a forma otimista como ele trata a exploração do espaço, desde os gráficos no estilo Low Poly (poucos polígonos, que me lembra dos dias gloriosos de Virtua Racing) até a música. Não sei se ele teria o mesmo impacto com gráficos realistas ou músicas épicas tocadas por uma orquestra. Repare na física. Diferente de No Man’s Sky, parece que teremos uma gravidade distinta para cada planeta visitado – é o mínimo que se espera de um jogo desse tipo, certo?

Astroneer me faz pensar como certas obras são importantes para estimular nossas mentes. Pense como os livros de ficção científica do século XX de Isaac Asimov e Arthur C. Clarke, séries de TV (Star Trek) e diversos filmes estimularam a mente de milhares de crianças, crianças que viriam a se tornar cientistas e astrônomos. Como estamos inseridos no meio do entretenimento digital, que Astroneer seja um grande jogo, e que junto de vários outros, continue estimulando as mentes de mais uma geração de pessoas.

Ficou curioso? Astroneer vai estar disponível no Steam Early Access e Windows 10/Xbox One a partir de dezembro de 2016. Para alegria de muitos, o jogo conta com multiplayer online e local (viva!).

Para mais informações sobre Astroneer, fique ligado no Rota42 e em nossas páginas no Facebook e Twitter.

Tags : AstroneerIndie GamesProcedural Generation
Thomaz Maioline

O autor Thomaz Maioline

Leitor de ficção cinetífica, hi-tech afficionado, fã de Seinfeld. Fanático com música, livros e quadrinhos. Caçador de barganhas.
  • Mayckel Vasconcellos

    Adquiri este jogo e estou curtindo demais. Julgo o game simples mas de muita diversão. Curto muito esta coisa de explorar, conhecer novos lugares. A dinâmica do jogo é bem bacana, o preço é bem acessível e passo horas me sentindo um astronauta da NASA em missão espacial he he he.