close
EspaçoNotícias

Espaço | Os novos foguetes da Blue Origin serão incríveis!

Jeff Bezos, dono da Amazon e empreendedor aeroespacial divulgou os planos para os novos foguetes da Blue Origin, empresa que fundou há alguns anos e que já consegue enviar foguetes até a órbita terrestre baixa (LEO). Ao contrário do New Shepard, os foguetes prometem muita força bruta, com capacidade similar aos veículos da SpaceX e quase do tamanho do Saturno V (o veículo que levou o homem à Lua e até hoje o maior foguete já construído, com 111 metros de altura).

Capaz de levar pessoas e carga até o espaço, o foguete será chamado de New Glenn, em homenagem a John Glenn – o primeiro astronauta americano a orbitar a Terra. Como esperado, e devido a toda experiência nos trabalhos com o New Shepard, o New Glenn será um peso pesado já preparado para a reutilização. O primeiro estágio (que podemos chamar de foguete em si, a parte que faz todo o trabalho de lutar contra a gravidade da Terra) será capaz de retornar da mesma forma que o Falcon 9 da SpaceX.

A grande diferença aqui é: diferente do New Shepard, o New Glenn será capaz de ir além da órbita terrestre baixa, colocando os foguetes da Blue Origin em um novo patamar de desafio.

Novos Foguetes da Blue Origin comparacao

A foto acima representa os novos foguetes da Blue Origin em comparação com outros veículos. Suas dimensões impressionam, com 7 metros de diâmetro e entre 64 (um estágio) e 92 metros de altura (dois estágios). Utilizando o primeiro estágio, o New Glenn será capaz de enviar satélites e pessoas até a LEO. Com dois estágios, todo o tipo de carga pode ser enviado além da LEO.

Novos foguetes da Blue Origin - estagios

Para empurrar tudo isso, a empresa vai utilizar sete BE-4, um motor que está sendo desenvolvido internamente pela Blue Origin. Esse motor está prometendo tanto, que ninguém mais, ninguém menos que a United Launch Alliance (empresa formada pela Boeing e Lockheed Martin) já está na lista de espera para uso em seus próprios foguetes. Juntos, esses sete BE-4 serão capazes de gerar 3.85 milhões de libras de impulsão. O que é bem mais que o foguete mais forte da atualidade, o Delta IV com seus 2 milhões. Mesmo assim, menos que o futuro Falcon Heavy da SpaceX e seus 5 milhões de libras de impulsão.

Novos foguetes da Blue Origin New Shepard
New Shepard

Até o momento, os novos foguetes da Blue Origin pareciam veículos destinados unicamente ao turismo espacial (eu pagaria por isso aqui), mas com planos para o New Glenn fazer o seu voo inaugural no final dessa década, esquenta-se mais uma vez a corrida entre empresas particulares para dominar o espaço. O futuro está realmente animador para todas essas pessoas que tem esse curioso fetiche de olhar para cima e questionar as estrelas.

Jeff Bezos tirando onda
Jeff Bezos orgulhoso

Para mais informações sobre os novos foguetes da Blue Origin, SpaceX e tudo o mais, fique ligado no Rota42 e em nossas páginas do Facebook e Twitter.

Tags : Blue OriginFogueteNASASpaceX
Thomaz Maioline

O autor Thomaz Maioline

Leitor de ficção cinetífica, hi-tech afficionado, fã de Seinfeld. Fanático com música, livros e quadrinhos. Caçador de barganhas.