close
NetflixNotícias

Netflix offline: Algo inevitável para o futuro do streaming

Disponível para os sistemas Android e iOS, a opção de assistir a Netflix offline pode parecer surpresa para alguns, mas se trata de uma jogada inteligente da empresa de streaming. Antes totalmente contrário a ideia, o CEO da empresa, Reed Hastings, começou a mudar de ideia, informando que precisavam pensar como atender regiões do mundo onde a internet não possui a estabilidade necessária para um serviço de qualidade. Claro, ele nunca informou como isso seria importante mercadologicamente para o seu negócio.

O Amazon Prime, o serviço de streaming da gigante do varejo (que ainda não funciona no Brasil) já possui essa opção há alguns anos. Claro, em tempos de binge-watching (chame de “maratonas” ou “vou me acabar no Netflix”), é totalmente natural que o seu show de TV esteja sempre junto de você.

Na prática, o que temos agora é a opção de carregar alguns filmes e séries em nossos dispositivos móveis. Não é possível fazer o mesmo em um notebook ou desktop (o que é uma pena). Se você assiste ao conteúdo na tela de um smartphone, não terá problemas com a qualidade do vídeo. Por outro lado, assistir em um tablet com tela de resolução superior a 1080p, vai notar que a qualidade da imagem não é muito boa. O streaming continua melhor.

Netflix Offline Carrossel

Agora, pensando no mercado americano, ambas as empresas têm investido pesado em conteúdo, com ambas adotando a ideia de ser a HBO antes que a HBO abrace o streaming. Claro, não é possível afirmar que a Amazon obrigou a Netflix a tomar essa atitude, mas não podemos ignorar que isso tem lá o seu peso.

No final das contas, o que a Netflix está fazendo é expandindo os seus negócios. Se você é um sortudo com vários megabytes de internet e o principal, estabilidade, lembre que você é um felizardo. O Brasil continua sendo um país com internet de má qualidade em várias das suas regiões. Agora, oferecendo a possibilidade de baixar os filmes e assisti-los em boa qualidade é um grande bônus, sem falar que fecha ainda mais a competição com a pirataria, o maior inimigo de qualquer empresa de conteúdo.

[Atualização]

Ao que parece a Netflix resolveu o problema da qualidade dos vídeos armazenados nos dispositivos móveis. De forma a manter uma boa taxa de compressão (falando aqui da qualidade da imagem versus o espaço que o arquivo ocupa), o codec VP9 do Google começou a ser usado no Android, enquanto o h.264/HVC é o que melhor se adapta ao iOS.

[Fim da atualização]

Para mais informações sobre Netflix e tudo o mais, fique ligado no Rota42 e em nossas páginas do Facebook e Twitter.

Tags : Amazon PrimeHBONetflixNetflix offline
Thomaz Maioline

O autor Thomaz Maioline

Leitor de ficção cinetífica, hi-tech afficionado, fã de Seinfeld. Fanático com música, livros e quadrinhos. Caçador de barganhas.