close
Cinema e TVNotícias

Os aliens de “A Chegada” quase foram totalmente diferentes

Parte da expectativa de A Chegada é a aparição dos alienígenas. Queremos de forma quase desesperada conhecer as suas formas, sua fisiologia. O público é surpreendido no início e, ainda mais próximo ao fim, quando podemos ver nossos amigos heptapods de corpo inteiro. Mas como estamos falando de um filme, que como tal envolve um longo processo criativo, os alienígenas do filme passaram por diferentes formatos até sua versão final.

A Chegada Alien Agua

Em uma conversa com o Cinemablend, o artista Peter Konig disse que o diretor Dennis Villeneuve estava tentando seguir a ideia de criaturas aquáticas, proposta diferente a que foi idealizada no conto de Ted Chiang, A História da sua Vida (em que “A Chegada” se baseia). Lá, é utilizada a ideia dos heptapods.

Para as criaturas, quando eles me trouxeram, eles estavam em uma fase onde (Denis) Villenueve só queria idéias, muitas idéias. Ele não queria ficar com o conto ou o roteiro em termos de como eles deveriam ser. Ele queria variedade, e apenas tentar coisas. Ele me enviou fotos de coisas que ele gostava, coisas reais que ele pensava possuírem elementos que ele achava importantes – fotos de peixe-choco, lulas, organismos microscópicos, coisas assim. Ele também gosta de olhos de cavalos por suas qualidades muito macias e pensativas, e porque embora eles parecessem familiares, eles tinham essa outra qualidade de serem ligeiramente “outro” e alienígena. Eles tinham um olhar simpático, mas eram um pouco assustadores. Ele também queria tentar desenhos que não tinha costas e sem frente, confuso para olhar, mas ainda com uma sensação inteligente. Eu comecei com esboços de lápis rápido, que não iam a qualquer lugar. Quando eu comecei a modelagem no Zbrush, eu bati aquele fundo roxo com os tentáculos e ele realmente respondeu e parecia realmente animado sobre ele. Eu meio que pensei que aquela seria a que acabaria no filme, mas passou muito tempo e as coisas mudaram.

A Chegada Alien 1

Como é possível ver abaixo, o conceito de criaturas marinhas parecia ter focado em Águas Vivas. As naves não poderiam ter ficado de fora, o visual de “lente de contato” passou por diversas variações até a versão final.

Para a pequena quantidade de trabalho que fiz na nave, Villenueve inicialmente queria que fossem quase esféricas, mas ele logo queria outras características. Eu não fui muito longe com os desenhos exteriores – apenas algumas explorações e alguns testes de textura. Eu amo o projeto que utilizamos na versão final … muito mais interessante do que a forma da esfera. Os poucos interiores que eu fiz, me baseei na descrição de um espaço vazio com apenas uma parede do vidro como material, como uma parede enorme do aquário. Muito simples, mas eficaz.

A Chegada Nave Metal

O que vimos no filme é incrível, mas curioso entender como as coisas poderiam ter sido, não é? Bom, se você gostou de A Chegada, não deixe de escutar o nosso podcast onde não apenas damos opiniões sobre a obra, mas também discutimos sobre a importante de um filme como esse no cinema de hoje.

Para mais informações sobre filmes e tudo o mais, fique ligado no Rota42 e em nossas páginas no Facebook e Twitter.

Tags : A ChegadaaliensFilme
Thomaz Maioline

O autor Thomaz Maioline

Leitor de ficção cinetífica, hi-tech afficionado, fã de Seinfeld. Fanático com música, livros e quadrinhos. Caçador de barganhas.